quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Em operação, filho de ex-ministro Henrique Eduardo Alves é detido com ecstasy e haxixe

Em operação, filho de ex-ministro Henrique Eduardo Alves é detido com ecstasy e haxixe

O filho do ex-ministro de Turismo Henrique Eduardo Alves, o produtor cultural Eduardo José de Azambuja Alves, 35 anos, foi detido nessa terça-feira (18/9) por porte de drogas. Ele é um dos alvos da Operação Praia de Goa, deflagrada pela Polícia Civil com o objetivo de apurar lavagem de dinheiro, organização criminosa e estelionato contra a administração pública no âmbito do Na Praia. O evento se popularizou nos últimos anos por apresentar atrações muito conhecidas em estrutura de grande porte montada na beira do Lago Paranoá.
Eduardo Azambuja é um dos sócios da R2, empresa no centro das investigações da Coordenação de Combate ao Crime Organizado, aos Crimes contra a Administração Pública e contra a Ordem Tributária (Cecor), responsável pelo inquérito. O endereço do filho do ex-ministro era objeto de diligência da Polícia Civil, que conseguiu autorização judicial para o cumprimento de busca e apreensão em 15 localidades.

HOSPITAL SEVERINA CARLOS DE ANDRADE EM FRUTUOSO GOMES É REFORMADO E PASSA A SER REFERÊNCIA EM ATENDIMENTOS NA REGIÃO


O Hospital Severina Carlos de Andrade, no município de Frutuoso Gomes, submete-se a uma profunda reestruturação em toda a sua parte física. Trata-se de mais um compromisso da administração Janda Jácome/Gerdson Carlos, propiciando uma melhor atenção à saúde da população, principalmente as gestantes. A referida unidade está tendo ampliado o Centro de Parto Normal (CPN) e suas ‘ambiências de parto’. “Elas se encontravam fora dos padrões exigidos pela rede cegonha e agora serão readequados”, diz a secretária de saúde Madalena Torres.


Conforme a secretária, o Ministério da Saúde, a Rede de Atenção, “preconiza uma ambiência mais estruturada que vai dispor de três centros de parto ou PPP – Pré-parto, Parto e Puerpério – onde serão recebidos as gestantes o esposo ou acompanhantes que desejarem assisti-lo. E onde a gente possa trabalhar principalmente a questão do parto humanizado”. Um dos objetivos principais é exercer essa atividade em âmbito de município. E assim, da forma como vai ficar a estruturação do hospital, ampla e confortável, deverá tornar-se referencia na região para mulheres que procurem essa assistência”.

Os trabalhos de ampliação se acham em ritmo avançado, com sua primeira etapa concluída. A Empresa responsável promete entregar a obra até o final desse mês. Grande parte dos equipamentos já estão comprados. Tão logo receba a estrutura a secretaria já inicia a instalação dos equipamentos e de imediato o atendimento à população. Equipes serão capacitadas para atender de forma padronizada, de acordo com o que exige a Rede Cegonha. “É um trabalho importante que não vai servir só a população de Frutuoso Gomes mas, toda a região”, afirma Madalena Torres.

Fonte: GM Frutuoso Gomes

Um tucano sobre o segundo que se desenha: ‘faço campanha para o PT’

Um tucano sobre o segundo que se desenha: ‘faço campanha para o PT’
Disputa mais provável (Nelson Almeida/AFP – Ulisses Dumas/Divulgação)
Um tucano da alta plumagem do Senado anteviu o problema que se anunciava para seu partido.
Lá atrás, quando Lula inda nutria esperanças de disputar a eleição, ele previa que o PSDB iria gramar para se manter competitivo no páreo presidencial.
E, naquela ocasião, a excelência foi perguntada o que faria caso seu correligionário morresse na praia e ele tivesse de escolher entre Jair Bolsonaro e o nome do PT.
Resposta do correligionário de Geraldo Alckmin: “Contra o Bolsonaro, eu faço campanha para o PT”, cravou, antes de brincar: “Mas no dia seguinte à eleição, fujo do país”.
Como ele, há uma de penca peessedebistas, embora silenciosos, dispostos a caminhar com Haddad.
Mauricio Lima – Radar On-line, Veja

Post polêmico de Rita Lee sobre Bolsonaro ressurge e vira assunto na internet; cantora fala de caso, e ainda insinua interesse do político em outro “colega de classe”

Post polêmico de Rita Lee sobre Bolsonaro ressurge e vira assunto na internet; cantora fala de caso, e ainda insinua interesse do político em outro “colega de classe”
(Reprodução/Veja SP)
Na guerra de posts contra e a favor do polêmico presidenciável Jair Bolsonaro – que já envolveu de Sasha Meneghel a Rachel Sheherazade -, um tuíte inusitado acabou entrando no centro da controvérsia e disparando na lista de assuntos mais comentados nas redes sociais, na manhã de quarta (19).
Internautas recuperaram um tuíte antigo de Rita Lee envolvendo o candidato à presidência da República. Nele, a cantora relata, em tom jocoso, ter tido um “caso” com o deputado, no entanto o romance não teria dado certo porque o presidenciável estaria interessando em outro “colega de classe”.
“Bolsonaro e eu tivemos um caso. Ele não era muito chegado na coisa, se é que me entendem. Terminamos porque ‘Bolsinho’ tava de olho num colega de classe”, escreveu Rita em sua conta oficial do Twitter em 17 de maio de 2011. A cantora não usa a rede social desde novembro de 2013. Confira:
Depois da ‘escavação’ virtual que levou ao tuíte, vários outros posts da cantora sobre Bolsonaro foram recuperados por internautas e o assunto tomou conta da rede Neles, Rita fala sobre ‘segredos íntimos’ do candidato. Ela não se manifestou sobre o caso.

Veja SP

terça-feira, 18 de setembro de 2018

PESQUISA IBOPE: Bolsonaro, 28%; Haddad, 19%; Ciro, 11%; Alckmin, 7%; Marina, 6%

PESQUISA IBOPE: Bolsonaro, 28%; Haddad, 19%; Ciro, 11%; Alckmin, 7%; Marina, 6%
A pesquisa Ibope também realizou a evolução das intenções de voto em comparação com a última pesquisa divulgada acerca de uma semana. Nesse quesito, os candidatos Jair Bolsonaro cresceu 2%, dentro da margem de erro, saindo de 26 para 28%. Outro que também cresceu foi Fernando Haddad que saiu de 9% para 18%, uma evolução de 9%. Ciro Gomes se manteve na casa dos 11%. Já os candidatos Marina Silva e Geraldo Alckmin caíram. Ela de 9% para 6%. Ele de 9 para 7%.
Sobre a pesquisa
A pesquisa Ibop foi contratada pela TV Globo e O Estado de S. Paulo. A coleta dos dados aconteceu entre os dias 16 e 18 de setembro com 2.506 eleitores em 177 municípios. Ela foi calculada com margem de erro 2% para mais ou para menos e com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-09678/2018.

Frutuoso Gomes-RN: comerciante sofre sequestro-relâmpago e bandidos roubam mais de R$ 38 mil e sua motocicleta


Um comerciante da cidade de Frutuoso Gomes ficou refém de três bandidos durante um sequestro-relâmpago, na manhã de domingo(16) na BR 226 quando seguia em uma motocicleta para cidade de Antônio Martins-RN. Ele foi abordado pelos criminosos que estavam armados, depois de amarrar as mãos do comerciante colocou dentro do porta malas de um veículo fox, de cor branca e foram até seu comercio, estacionaram o veículo próximo e quando diminui o movimento um dos bandidos chamou uma funcionária, até o carro para que visse o patrão, de onde recebeu ordem para entregar todo dinheiro existente no seu estabelecimento comercial, segundo a vítima que não quis registrar o fato na Delegacia de Polícia foram levados cerca de 38 mil reais. De posse do montante os malévolos seguiram pela BR 226 e libertaram a vítima no lixão próximo a Antônio Martins-RN. 

A motocicleta também foi lavada por um dos meliantes, na promessa que seria abandonada posteriormente em uma estrada vicinal, mas, ainda não foi encontrada. 

A Polícia acredita que trio pode ter sido o mesmo que executou o comerciante Julihermes na noite de domingo(16) próximo a Almino Afonso-RN, e o veículo usado seja o mesmo que foi apreendido pela Polícia e incendiado no início da tarde desta segunda-feira(17), também em Frutuoso Gomes-RN. Uma equipe do ITEP-RN compareceu no final da tarde para periciar o carro incendiado.

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Veículo apreendido na noite deste domingo(16) pelo GTO, foi incendiado em Frutuoso Gomes-RN


O carro é o mesmo usado na morte do comerciante Julihermes ocorrido na BR 226...

O sinistro ocorreu há poucos minutos...

Fonte: Nosso Paraná 

Comerciante é morto a tiros durante emboscada na BR 226 próximo a cidade de Almino Afonso/RN

O crime aconteceu por volta das 19h30 deste domingo(16), no município de Almino Afonso, no Oeste do Rio Grande do Norte e teve como vitima o comerciante  Antônio Julihermes do Amaral de 37 anos de idade que residia na cidade de Lucrécia.

Julhiermes
Segundo informações, Julihermes participava de uma movimentação politica na cidade de Almino Afonso e quando saia da cidade acompanhado com a esposa e um amigo, foi atacado por malévolos que estavam num carro com placas de Fortaleza. O crime aconteceu na BR 226, próximo no trevo de acesso a cidade.

Mesmo baleado Julihermes tentou fugir dos criminosos, mas perdeu o controle do carro e saiu da pista. Seu amigo, de 35 anos, foi socorrido para o Hospital Regional de Pau dos Ferros, atingido com dois tiros e a esposa e filhos nada sofreram.

Segundo informações da policia, Julihermes não tinha envolvimento com ilícitos. Ele era proprietário de lojas de moto e mantinha uma Factory “Dinheiro Fácil” na cidade de Lucrécia. A policia não descarta a possibilidade de crime de latrocínio, “roubo seguido de morte”, mas aparentemente nada foi levado da vitima.
Os bandidos foram perseguidos pela policia e abandonaram o carro com placas clonadas a cerca de 05 km do local do crime.

*O Câmera, sempre presente!

Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro lidera com 28,2%; Haddad tem 17,6% e Ciro 10,8%

Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro lidera com 28,2%; Haddad tem 17,6% e Ciro 10,8%

Arte/BOL
O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) lidera a disputa ao Palácio do Planalto com 28,2% das intenções de voto, afirma pesquisa do instituto MDA encomendada pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) divulgada nesta segunda-feira(17).
Em segundo lugar, aparece Fernando Haddad (PT), com 17,6% da preferência dos entrevistados. A margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.
Ciro Gomes (PDT) vem em terceiro, com 10,8%.
Intenção de voto estimulada para presidente:
Jair Bolsonaro (PSL): 28,2%
Fernando Haddad (PT): 17,6%
Ciro Gomes (PDT): 10,8%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6,1%
Marina Silva (Rede): 4,1%
João Amoêdo (Novo): 2,8%
Alvaro Dias (Podemos): 1,9%
Henrique Meirelles (MDB): 1,7%
Cabo Daciolo (Patriota): 0,4%
Guilherme Boulos (PSOL): 0,4%
Vera (PSTU): 0,3%
José Maria Eymael (DC): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Branco/Nulo: 13,4%
Indeciso: 12,3%
A pesquisa ouviu 2.002 pessoas entre 12 e 15, em 137 municípios de 25 unidades da federação. Ela está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-04362/2018 e tem nível de confiança de 95%.
Este é o primeiro levantamento do instituto desde que a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi indeferida pelo TSE e Fernando Haddad foi oficialmente indicado em seu lugar.
Com informações do UOL

Sexo no casamento não é rotina e traz mais felicidade do que vida de solteiro, diz pesquisa

Sexo no casamento não é rotina e traz mais felicidade do que vida de solteiro, diz pesquisa
Especialista explica por que os casais estão tão satisfeitos com suas vidas sexuais e qual o melhor caminho para sempre conseguir sair da rotina
O sexo no casamento costuma ser visto como algo que não sai da rotina, enquanto a vida sexual dos solteiros, um paraíso, mas para descobrir se quem está mais satisfeito com o sexo são os solteiros ou os casados, o Sexlog, rede social adulta, realizou uma pesquisa com seus usuários. Surpreendentemente, as pessoas comprometidas estão mais felizes do que aqueles que estão sozinhas, os dados indicam que 22% dos casais deram nota dez para a vida sexual.
Foto: shutterstock
Toda essa satisfação no sexo no casamento está acompanhada de muita dedicação dos casais apaixonados. A pesquisa indica, por exemplo, que 75% dos parceiros garantem que têm melhorado a performance na cama após o casamento, e as regiões com mais índice de aprovação da vida sexual conjugal é no Amazonas (81%) e no Rio Grande do Sul (83%).
Esses dados são curiosos, mas Mayumi Sato, diretora de marketing do Sexlog, alerta que é importante lembrar que essa pesquisa foi realizada com casais que se divertem juntos em uma rede social de sexo, portanto, eles tendem a ter uma vida a dois com mais cumplicidade, confiança e diálogo.
“Acredito que esse tipo de relação exista qualquer que seja a dinâmica do relacionamento, pode ser monogâmico, aberto, fechado, com regras ou mais livre. Entendo que a satisfação está relacionada a essa questão da cumplicidade, e manter uma relação onde o diálogo predomina seja o segredo do sucesso”, afirma a profissional ao Delas .
Na pesquisa, somente 5% dos casais acreditam que voltar para a vida de solteiro poderia trazer melhorias para vida sexual . Seguindo essa linha, 95% das pessoas pensam que existem outras formas de trazer mais satisfação para o sexo como apostar em novas ideias para apimentar a relação (36%), trocar de parceiro ou praticar swing e ménage (31%) e trabalhar menos e se divertir mais (20%).
Só que, conforme aconselha Mayumi, antes de tentar algo novo na cama é sempre bom ter uma conversa franca com o parceiro para que ambos discutam e deixem claro o que é considerado uma traição, o que faz os dois se sentirem bem ou mal e o que estão ou não dispostos a abrir mão na vida a dois.
“Essas conversas são necessárias antes da prática de swing ou qualquer outra prática que fuja do que encaramos como ‘convencional’. O diálogo é importante e é ele que vai tornar a vida do casal melhor, o que vier a partir disso é lucro”, explica a especialista.
Sexo no casamento não é rotina
Os casais também demonstraram, segundo dados da pesquisa, que estão bastante otimistas e dedicados em não deixar as relações sexuais caírem na rotina. Dos entrevistados, 97% acreditam que é possível apimentar a relação mesmo depois de anos de casados. Bom, pelo visto casar, não é tão ruim como dizem por aí, e para Mayumi esses números só mostram que é possível, sim, ter uma vida plena e satisfeita a dois.
“A forma como essa relação será estruturada, os acordos, o que pode ou não pode, só depende do casal e, uma vez que eles estejam dispostos a falar sobre isso, revisitando essas questões de tempos em tempos – seja para mudar alguma coisa ou para confirmar que está tudo bem e manter tudo igual – é possível garantir uma vida sexual absolutamente satisfatória para ambos.”
Outro ponto em questão é que o sexo não se resume apenas em desejo, quando há sentimento, envolvimento e conhecimento do que o outro gosta na cama, o momento se torna mais prazeroso e satisfatório para os dois.
“Acredito que cada vez mais os casais estão dispostos a separar o que é o envolvimento romântico e afetivo do que é desejo, tesão e diversão. Por isso, casais que se divertem juntos dividem momentos de cumplicidade que trazem muitos benefícios para a relação”, afirma Mayumi.
Quando o sentimento e a cumplicidade já existem, basta o casal sair da zona de conforto para trazer novidade para o sexo no casameno, entre as opções para esquentar o clima, a lingerie é a queridinha dos casais de São Paulo e Paraná (61%), já os cosméticos eróticos também fazem sucesso e são mais usados pelos casais do Espírito Santo (58%). Outro acessório muito requisitado para esquentar a relação é o vibrador.
“Isso demonstra que muitos casais estão dispostos a ir contra a lógica das relações pautadas por mentiras, segredos, culpa e vergonha. Os casais estão apostando em novidades dentro do sexo no casamento e estão dispostos a fazer isso juntos. O resultado principal da pesquisa é que muitas pessoas estão felizes com seus relacionamentos e vida sexual”, conclui Mayumi.
IG

‘Ele sempre foi eleito pela urna eletrônica’, diz Toffoli sobre críticas de Bolsonaro

‘Ele sempre foi eleito pela urna eletrônica’, diz Toffoli sobre críticas de Bolsonaro

O novo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, durante entrevista – Jorge William / Jorge William
O novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, rebateu nesta segunda-feira às críticas feitas pelo líder nas pesquisas de intenção de voto para presidente, Jair Bolsonaro, às urnas eletrônicas. Questionado se é preocupante alguém que tem um quarto da preferência do eleitorado colocar em dúvida o sistema de votação, Toffoli, que também já foi presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi breve e respondeu:
– Ele sempre foi eleito pela urna eletrônica – disse Toffoli, em entrevistas a repórteres especializados na cobertura da Corte.
Em outro momento, o ministro defendeu a segurança das urnas. Destacou também que, este ano, a eleição terá observadores internacionais da Organização dos Estados Americanos (OEA) “para acabar com determinadas lendas”.
– As urnas são totalmente confiáveis. São auditáveis para os partidos, Ministério Público e OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) – disse Toffoli.
Toffoli comparou quem acredita em fraudes nas urnas eletrônicas a quem crê num dos personagens mais conhecidos do folclore brasileiro:
– Tem gente que acredita em saci pererê.
O ministro lembrou ainda a auditoria pedida pelo PSDB depois da derrota de seu candidato a presidente em 2014, o senador mineiro Aécio Neves. Na ocasião, não foi observado nenhum problema.
Toffoli afirmou nesta segunda-feira que o Brasil vive uma epidemia de homicídios e criticou a impunidade nesse tipo de crime. Segundo ele, há vários culpados por essa “vergonha”, entre eles a polícia, o Ministério Público e o próprio Judiciário.
– É uma vergonha a impunidade. É uma falha que vem da prevenção, da investigação, da acusação no Ministério Público, e da burocratização quando chega ao Judiciário – disse Toffoli, defendendo a desburocratização do tribunal do júri.
O novo presidente do STF rechaçou ainda as críticas de que a Corte estaria atrapalhando as investigações da Operação Lava-Jato. Desde o ano passado são recorrentes as decisões da Segunda Turma do tribunal – da qual Toffoli fazia parte antes de assumir a presidência – dando fim a vários inquéritos e soltando investigados, alguns deles já condenados em segunda instância, caso do ex-ministro José Dirceu.
O Globo

sábado, 1 de setembro de 2018

Caraúbas: Agência dos Correios é arrombada e assaltante acaba morto em troca de tiros com a Polícia

Caraúbas: Agência dos Correios é arrombada e assaltante acaba morto em troca de tiros com a Polícia

Criminosos trocaram tiros com a Polícia Militar depois de invadirem a agência dos Correios em Caraúbas. O crime aconteceu na madrugada deste sábado (01), por volta de 1h. Um dos suspeitos foi baleado e morreu no hospital. Os outros integrantes do bando conseguiram fugir, mas um foi preso durante a manhã, em Assu.
De acordo com a PM, a população de Caraúbas percebeu a movimentação na agência durante a madrugada e acionou a polícia. A equipe de plantão na cidade foi até o local, constatou o arrombamento e pediu reforço ao Grupo Tático Operacional.
Com a chegada do reforço, os militares entraram na agência e se depararam com três criminosos, que, segundo a PM, começaram a atirar contra os policiais. Houve troca de tiros e um deles, um jovem de 18 anos, foi baleado. Conforme a polícia, o suspeito foi socorrido ao hospital do município, mas não resistiu aos ferimentos.
Os outros dois criminosos fugiram por uma área de matagal que fica atrás da agência. Durante as buscas realizadas na região, um dos suspeitos foi preso em Assu, também na região Oeste, já pela manhã. À polícia, o jovem, que tinha um mandado aberto por assalto a banco em Pernambuco, confirmou participação no crime.

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

HOSPITAL SEVERINA CARLOS DE ANDRADE EM FRUTUOSO GOMES É REFORMADO E PASSA A SER REFERÊNCIA EM ATENDIMENTOS NA REGIÃO

HOSPITAL SEVERINA CARLOS DE ANDRADE EM FRUTUOSO GOMES É REFORMADO E PASSA A SER REFERÊNCIA EM ATENDIMENTOS NA REGIÃO
O Hospital Severina Carlos de Andrade, no município de Frutuoso Gomes, submete-se a uma profunda reestruturação em toda a sua parte física. Trata-se de mais um compromisso da administração Janda Jácome/Gerdson Carlos, propiciando uma melhor atenção à saúde da população, principalmente as gestantes. A referida unidade está tendo ampliado o Centro de Parto Normal (CPN) e suas ‘ambiências de parto’. “Elas se encontravam fora dos padrões exigidos pela rede cegonha e agora serão readequados”, diz a secretária de saúde Madalena Torres.
Conforme a secretária, o Ministério da Saúde, a Rede de Atenção, “preconiza uma ambiência mais estruturada que vai dispor de três centros de parto ou PPP – Pré-parto, Parto e Puerpério – onde serão recebidos as gestantes o esposo ou acompanhantes que desejarem assisti-lo. E onde a gente possa trabalhar principalmente a questão do parto humanizado”. Um dos objetivos principais é exercer essa atividade em âmbito de município. E assim, da forma como vai ficar a estruturação do hospital, ampla e confortável, deverá tornar-se referencia na região para mulheres que procurem essa assistência”.
Os trabalhos de ampliação se acham em ritmo avançado, com sua primeira etapa concluída. A Empresa responsável promete entregar a obra até o final desse mês. Grande parte dos equipamentos já estão comprados. Tão logo receba a estrutura a secretaria já inicia a instalação dos equipamentos e de imediato o atendimento à população. Equipes serão capacitadas para atender de forma padronizada, de acordo com o que exige a Rede Cegonha. “É um trabalho importante que não vai servir só a população de Frutuoso Gomes mas, toda a região”, afirma Madalena Torres.
A imagem pode conter: área interna
Nenhum texto alternativo automático disponível.
A imagem pode conter: atividades ao ar livre

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Em luta contra câncer, Beto Barbosa lamenta anos de vício em tabaco

Em luta contra câncer, Beto Barbosa lamenta anos de vício em tabaco
Beto Barbosa, de 63 anos, lamentou os anos de vício em tabaco em um post no Instagram. O cantor, que está em tratamento de um câncer, aproveitou o Dia Nacional de Combate ao Fumo, nesta quarta-feira (29), para falar sobre os efeitos do fumo.
Pena que não acreditei nos seus efeitos nocivos e, por muitos anos, envenenei meu corpo achando que seus efeitos psicológicos me acalmavam a cada café. Havia parado, mas os extragos se tornaram atômicos e reias”, contou ele. A estrela da lambada, que foi diagnosticado com câncer na bexiga e na próstata, ainda relembrou a descoberta da doença. Os sintomas começaram no ano passado.

Lembra-se do seriado global… calada, Magda!

Lembra-se do seriado global… calada, Magda!

Na terça-feira (28/8), o Jornal Nacional se tornou um dos temas mais comentados no Twitter, sobretudo após Renata Vasconcellos discutir ao vivo com Jair Bolsonaro (PSL). Convidado do noticiário, o presidenciável apontou a diferença salarial entre os apresentadores, mas a âncora decidiu repreendê-lo.
Direta, Renata afirmou que, se exercesse as mesmas funções que um homem num ambiente de trabalho, não aceitaria receber menos do que seu colega. A afirmação gerou longa discussão nas redes sociais, e internautas chegaram a chamar a apresentadora de “golpista” e “hipócrita”.
Renata tem um salário mensal de R$ 200 mil, de acordo com o Grupo RBS. Bonner, por sua vez, desfruta de cerca de R$ 700 mil.

Pastor evangélico acusado de estuprar adolescentes

 Pastor evangélico acusado de estuprar adolescentes
pastor evangélico, de 53 anos, preso suspeito de ter estuprado meninos e adolescentes que frequentavam uma igreja no Bairro Mangabeira, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, dava dinheiro às vítimas depois de cometer os abusos. Cerca de 10 crianças teriam sido abusadas e sete delas já foram identificadas e confirmadas, segundo a Polícia Civil.
A informação foi revelada pelas vítimas ao delegado Cláudio Alvares Santana, da Delegacia Especializada do Idoso, Criança e Adolescente (Deddica).
O suspeito foi preso nessa terça-feira (28) após quase sete meses de investigação da delegacia. Ele negou os estupros, mas confessou que dava dinheiro aos meninos. O crime foi descoberto depois que a mãe de duas das vítimas identificou que os filhos eram abusados pelo pastor.
“As crianças confirmaram os abusos sexuais praticados pelo suspeito, cometido na igreja que fica aos fundos da casa dele”, disse o delegado.
Das oito vítimas identificadas, sete confirmaram que foram abusadas. Todos as vítimas são do sexo masculino e têm idades entre 6 a 14 anos.

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Pesquisa CONSULT: Fátima continua na frente com 29,82%

A 98 FM divulgou nesta segunda-feira (27) a pesquisa que encomendou ao instituto Consult, registrada no TSE: RN-03828/2018 e BR-01088/2018.

Foram ouvidas 1.700 pessoas entre os dias 22 e 25 de agosto. A 
  margem de erro é de 2,3% com índice de confiabilidade de 95%.

Governo estimulada (os três mais votados):

Robinson Faria: 9,71%
Carlos Eduardo Alves: 15,88%
Fátima Bezerra: 29,82%

Tubo ‘embolado’ para o senado no RN

Na pesquisa para o senado no Rio Grande do Norte divulgada ontem pelo Instituto CONSULT o quadro anda muito embolado. Surpresas poderão surgir até a reta final. Isso porque é altíssimo o número de NÃO SABE: 43,94% e NENHUM: 58,41%.

Fátima Bezerra vence em Natal, Mossoró e em todas as regiões

Se a eleição ao Governo do Estado fosse hoje (terça-feira-feira, 27), a senadora Fátima Bezerra (PT) venceria o pleito nos dois maiores colégios eleitorais do estado, Natal e Mossoró. Tem mais: em todas as regiões pesquisadas.

É o que mostra a pesquisa FM 98.9/Instituto Consult, que foi apresentada à noite de ontem por essa emissora de rádio natalense.

Em ambos municípios, ela no momento tem dianteira sobre seus adversários. Em Natal há empate técnico,  não obstante vantagem numérica

Em Natal, Fátima somaria 24,7% contra 22,9% de Carlos Eduardo Alves (PDT), ex-prefeito natalense.
Já o governador Robinson Faria (PSD) ficaria com apenas 9,7% dos votos.

Quanto a Mossoró, os números são mais vantajosos para a senadora: Fátima Bezerra empalma 23.3%, contra 11,7% de Carlos Eduardo Alves e 7,5% de Robinson Faria.

Em relação à capital, o número de eleitores sem candidatos chega a 41,5% (Nenhum e Não Sabe). No tocante a Mossoró, a indefinição é maior, totalizando 55,8%.

Dois prefeitos

Importante ser assinalado, que nos dois colégios eleitorais o candidato Carlos Eduardo Alves tem apoiadores nas respectivas prefeituras. Em Natal, o seu sucessor Álvaro Dias (MDB); em Mossoró, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP), mãe do seu vice Kadu Ciarlini (PP).

Natal soma 557.478 eleitores e Mossoró 174.189, em 2018.

No âmbito estadual, são 2.373.619 eleitores espalhados em 167 municípios.

A pesquisa de hoje foi encomendada pela FM 98.9 do Natal ao Instituto Consult, com os registros TSE: RN-03828/2018 e BR-01088/2018.

Foram ouvidas 1.700 pessoas entre os dias 22 e 25 de agosto em todas as regiões do estado.

A margem de erro é de 2,3% com índice de confiabilidade de 95%.

Fonte: Blog do Carlos Santos

Vítima de acidente de transito ocorrido em Antônio Martins não resistiu aos ferimentos e faleceu em Mossoró...

O jovem Allan Alves da Silva, 18 anos, vítima do acidente de moto ocorrido no Centro da cidade de Antônio Martins, alto oeste potiguar, no inicio da noite deste domingo(26), não resistiu a gravidade dos ferimentos e faleceu nesta segunda-feira(27) em uma unidade de saúde na cidade de Mossoró-RN.

Brasil registra mais de 26,1 mil assassinatos no primeiro semestre; Roraima, RN, Ceará e Acre lideram entre estados mais violentos

Brasil registra mais de 26,1 mil assassinatos no primeiro semestre; Roraima, RN, Ceará e Acre lideram entre estados mais violentos
Ao menos 26.126 pessoas foram assassinadas no primeiro semestre deste ano no Brasil. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, uma ferramenta que permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. O número de vítimas é ainda maior que esse – isso porque a estatística não comporta os dados totais de três estados (Maranhão, Paraná e Tocantins), que não divulgaram todos os números.
O número consolidado até agora contabiliza todos os homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais. Houve uma média de 4.350 casos por mês.
O mapa faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.
O levantamento revela que:
Ao menos 26,1 mil pessoas foram assassinadas no Brasil no 1º semestre
A taxa de mortes violentas a cada 100 mil habitantes foi de 12,5 no país
Roraima foi o estado com a maior taxa: 27,7. Ele é seguido por Rio Grande do Norte (27,1), Ceará (26) e Acre (26)
São Paulo tem a taxa mais baixa, de 3,8 a cada 100 mil
Maranhão, Paraná e Tocantins são os únicos estados que não informam os dados completos dos seis meses
Veja as taxas de assassinatos por 100 mil habitantes de cada estado; dados incluem homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte (Foto: Igor Estrella/Arte)
Bruno Paes Manso, pesquisador do NEV-USP, destaca a situação de Roraima, afirmando que, caso o ritmo de mortes se mantenha, o estado pode dobrar o total de mortes em relação ao ano anterior. Ele lembra a crise humanitária vivida na Venezuela, que criou uma instabilidade política na região, o que fragiliza as instituições políticas locais.
“Nesses cenários, se multiplica a oportunidade de ação para indivíduos e grupos que tentam se impor pela violência. O crescimento das taxas de homicídio é o principal sintoma da fragilização da legitimidade das instituições democráticas na região”, diz Bruno Paes Manso, do NEV-USP.
No geral, a situação é mais grave nos estados das regiões Norte e Nordeste do país, que ocupam as dez primeiras posições do ranking nacional de homicídios.
Samira Bueno, diretora-executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, ressalta que a violência gera efeitos em diversas áreas do país, como saúde, economia e educação. Diante dos impactos, ela destaca o fato de o governo federal ainda não ter um sistema nacional de monitoramento de criminalidade para subsidiar ações e prestar contas à sociedade.
“Saber onde acontecem os principais crimes, como eles ocorrem e quais suas principais vítimas são o primeiro passo para qualquer ação que tenha por objetivo interromper a violência”, diz Samira Bueno, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.
Transparência pública
Desde o início do ano, jornalistas do G1 espalhados pelo país solicitam os dados via Lei de Acesso à Informação, seguindo o padrão metodológico utilizado pelo Fórum no Anuário Brasileiro de Segurança Pública. As assessorias das secretarias da Segurança também são requisitadas.
O objetivo é, além de antecipar os dados e possibilitar um diagnóstico em tempo real da violência, cobrar transparência por parte dos governos.
Três estados ainda não têm todos os dados referentes a junho. Dois deles também não informam os números de abril e maio. Veja a justificativa de cada um deles:
Maranhão: Segundo a Secretaria de Segurança Pública, os números de junho de todo o estado ainda não foram consolidados pelo governo.
Paraná: A Secretaria da Segurança Pública diz que o setor de estatística tem quatro ciclos de qualidade da informação e foram identificados problemas com números de alguns municípios. Por isso, não há dados fechados de abril, maio e junho.
Tocantins: A Secretaria de Segurança Pública não informa os dados separados desde fevereiro. A SSP diz que o setor de estatística não consegue disponibilizar os números mês a mês devido à dificuldade de algumas delegacias em enviar os dados de cada período. Os dados dos últimos dois meses ainda não foram consolidados. Só há o dado de janeiro disponível no mapa.
Como os números ainda serão revisados pelos governos até o fim do ano, não é possível fazer uma comparação precisa com dados de 2017. Em todo o ano passado, por exemplo, foram 59.103 homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, segundo levantamento feito pelo G1.
Página especial
Na página especial, é possível navegar por cada um dos estados e encontrar dois vídeos: um com uma análise de um especialista indicado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e outro com um diagnóstico de um representante do governo.
Ambos respondem a duas perguntas:
Quem são os grupos/pessoas que mais matam no estado, por que eles matam e como isso mudou ao longo da última década?
O que fazer para mudar esse cenário?
Apenas 3 dos 27 governos estaduais não enviaram respostas às questões em vídeo: Bahia, Ceará e Rio de Janeiro. Juntos, eles respondem por mais de 1/4 das mortes violentas no ano passado.
G1