sexta-feira, 22 de março de 2019

Patu - RN - Boate Pântano Sábado De Aleluia Apresenta o Fenômeno Dos Paredões Douglas Pegador e Mais Cachorrão Do Brega e Gil Martins Imperdível


Mulheres tentaram raptar crianças em Alexandria-RN

Chegou ao conhecimento do blog(RN Política em Dia), que duas mulheres teriam tentado aliciar significado duas crianças na frente do Hospital e Maternidade Guiomar Fernandes, na cidade de Alexandria.

Mensagens na página de facebook da senhora Carina Nunes, narram o fato.


Ciente disso, entramos em contato com o delegado de polícia civil, Aroldo Chaves, que nos pediu para solicitar a mãe de uma das crianças, para procurar a delegacia para que tivessem, de forma oficiosa, meio para iniciar a tomada das providências cabíveis.

Entrando em contato por telefone com a senhora Carina Nunes, soubemos que duas mulheres, uma trajando blusa branca e calça azul, acompanhada de uma outra vestindo-se por completo de branco, aproximou-se das crianças e convidou-as para tirar fotos na praça, prometendo-lhes um celular de presente.

As crianças de pronta se negaram a acompanhá-las e adentraram ao hospital em procura das mães.

Carina Nunes nos assegurou que não havia o carro preto, como cita-se no áudio que circula nas redes sociais e grupos de whatsapp.

Aos pais e responsáveis, pedimos atenção redobrada e caso vejam pessoas com características semelhantes, avisem a polícia para averiguação. Porém, se faz necessário cuidado para não incriminar outrem somente por vestimenta assemelhada as descritas acima.

*RN Política em dia

Crise não chegou para Governadora e deputados estaduais do RN

Sem uma decisão se veta ou sanciona, Fátima deixa para que a própria Assembleia promulgue ou não o projeto de lei da mesa diretora

Encerrou ontem, 20, o prazo para a governadora Fátima Bezerra (PT) vetar, sancionar ou devolver para a Assembleia Legislativa o projeto de lei aprovado que garante pagamento de férias e décimo-terceiro retroativo para deputados estaduais do RN. Estima-se que alguns parlamentares irão receber mais de R$ 200 mil de uma vez só. Enquanto isso, servidores estaduais agonizam à espera dos salários atrasados.

A governadora Fátima Bezerra poderia ter evitado mas, segundo informações de bastidores, fechou acordo com os deputados estaduais. Para evitar desgaste com os parlamentares, Fátima fez vista grossa e não vetou a matéria.

A fonte dos recursos que paga aos deputados é a mesma fonte que paga o servidor público. Agora, caso os servidores e a população continuem em silêncio, a Assembleia, por conta própria, deverá promulgar a lei, assegurando os benefícios para os deputados.

“Se os deputados agissem e defendessem o servidor público assim como legislam em causa própria não estaríamos nesta situação”, disse um servidor público da Assembleia Legislativa, observando o trâmite deste processo.

A governadora Fátima Bezerra perde cada vez mais o seu discurso para “convencer” o adiamento da decisão de pagar os salários atrasados dos servidores. Afinal, ela fez a opção de pagar o “atrasado” de 24 políticos em detrimento dos milhares de funcionários, muitos deles com rendimentos mínimos que garantem o sustento básico da família.

*Novo Notícias

quinta-feira, 21 de março de 2019

Mulher morre após cinco horas de maratona sexual intensa

Mulher morre após cinco horas de maratona sexual intensa
Uma mulher de 32 anos morreu após participar de uma maratona sexual na cidade de Cali, na Colômbia. Ela sofreu uma parada cardíaca depois de cinco horas de sexo intenso e sem interrupção. O caso aconteceu na última segunda-feira (18/3).
A vítima, identificada apenas pelo apelido de “A Fera”, passou mal durante o ato. O parceiro dela chegou a chamar o serviço de emergência, porém, o socorro demorou. Ele decidiu levá-la ao hospital no próprio carro, mas a mulher chegou no local sem vida.
De acordo com o jornal colombiano El Periodico, A Fera e o parceiro usaram drogas para prolongar a relação sexual. O homem foi levado à delegacia para prestar esclarecimentos sobre o caso.
Aos investigadores, o homem confirmou o sexo intenso e duradouro. Afirmou que depois de cinco horas ela teve convulsões e sofreu a parada cardíaca.
A polícia agora quer saber se a mulher fazia uso constante de drogas, e se as substâncias consumidas por ela foram as responsáveis pela morte. O homem foi liberado após o depoimento.

Henrique Eduardo Alves é citado em delação

Henrique Eduardo Alves é citado em delação
Com base na delação do operador do PMDB Lúcio Funaro , homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a força-tarefa da Lava-Jato prendeu na manhã desta quinta-feira o ex-presidente Michel Temer. Agentes da Polícia Federal ainda buscam o ex-ministro da Casa Civil Eliseu Padilha e Moreira Franco (Minas e Energia). A ordem dos mandados de prisão é do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. A delação de Funaro foi homologada no dia 5 de setembro de 2017.
A colaboração de Funaro, homologada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no STF, à qual o GLOBO teve acesso, tem 29 anexos que narram em detalhes como teria funcionado o esquema de corrupção no Congresso, chefiada por caciques do antigo PMDB como os ex-presidentes da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, preso em Curitiba, e Henrique Eduardo Alves, além dos ex-ministros Geddel Vieira Lima (preso há 6 meses), Moreira Franco e do ex-vice governador do Distrito Federal Tadeu Filippeli, que foi assessor especial do gabinete de Temer.
O Globo

Facebook: senhas de milhões de usuários foram armazenadas indevidamente

Facebook: senhas de milhões de usuários foram armazenadas indevidamente
O vice-presidente de engenharia, segurança e privacidade do Facebook, Pedro Canahuati, informou na tarde desta quinta-feira, 21, que, em janeiro, a companhia descobriu que senhas de milhões de usuários foram armazenadas em “formato legível” no sistema interno de armazenamento de dados da empresa, tendo em vista que o sistema é projetado “para sempre mascarar as senhas, usando técnicas que as tornam ilegíveis”. Canahuati afirmou, ainda, que a questão foi resolvida, mas enfatizou que, por precaução, os usuários que tiveram o armazenamento da senha alterado serão notificados.
“Essas senhas nunca estiveram visíveis para pessoas de fora do Facebook e não encontramos nenhuma evidência de que alguém internamente violou ou acessou indevidamente essas contas”, disse o executivo. De acordo com ele, a estimativa da companhia é de que serão notificados centenas de milhões de usuários do Facebook Lite, dezenas de milhões de usuários do Facebook e dezenas de milhares de usuários do Instagram. Com informações do Estadão Conteúdo.

Senadores querem votar projetos contra abuso de autoridade

Senadores querem votar projetos contra abuso de autoridade
A prisão do ex-presidente Michel Temer reacendeu entre senadores a intenção de votar os projetos que tratam de abuso de autoridade e estão parados tanto na Câmara como no Senado.
“Vejo com muita preocupação [a prisão de Temer]. Não vejo nenhuma razão objetiva para a prisão do[ex-]presidente Temer. Posso falar isso porque sempre fui oposição a ele. Mas ele não está fugindo, que eu saiba, tem endereço conhecido. Acho que isso é um processo de abuso de autoridade que está acontecendo com alguma frequência”, disse o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).
Ele disse que “está na hora” de se votar uma proposta que puna o abuso de autoridade que, segundo ele, “está passando de todos os limites” e traz reflexos. “O reflexo é esta desmoralização da politica cada vez maior e de uma classe que é fundamental para a democracia”, afirmou.
O senador pelo MDB Marcio Bittar (AC) disse não ver abuso autoridade na prisão de Temer e de alguns de seus ministros, mas defendeu a votação do projeto.
“Tem abuso no Judiciário? Tem abuso no Ministério Público? Se você tiver uma visão cristã, vai dizer que sim, são feitos por homens e mulheres. Então, cabe a aprovação da lei que coíbe abuso de autoridade”, afirmou.
Para o líder da Minoria, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), não houve abuso e a prisão de Temer se justifica.
“É um dia histórico no combate à corrupção no Brasil. É uma demonstração de que ninguém está acima da lei. Os elementos para a prisão do senhor Michel Temer e do senhor Moreira Franco estão colocados há muito tempo”, afirmou.

Coronel Lima é preso

Coronel Lima é preso
O coronel João Batista Lima Filho, amigo do ex-presidente Michel Temer, foi o terceiro preso desta quinta-feira, 21, pela força-tarefa da Operação Lava Jato. Antes dele, foram presos o próprio Temer e o ex-ministro Moreira Franco.
A Operação Descontaminação cumpre oito mandados de prisão expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.
Em 28 de março do ano passado, coronel Lima já havia sido preso pela Lava Jato.

Policia Militar reforça segurança nas Escolas Publicas em Pau dos Ferros

Policia Militar reforça segurança nas Escolas Publicas em Pau dos Ferros
ImagemA Polícia Militar através do 4° Distrito de Polícia Rodoviária Estadual, dará inicio a OPERAÇÃO VOLANTE ATENA, que terá com objetivo a diminuição e ou erradicação da criminalidade no entorno da escolas. Desse modo, o 4° DPRE atendendo solicitação de diretores de escolas, fará diariamente patrulhamentos e barreiras relâmpagos, realizando abordagens a pessoas e a veículos, com firme escopo de trazer novamente a sensação de segurança aos estudantes, professores e pais, que clamam por uma presença maior das forças de segurança.
Major Brilhante Cmt do 4° DPRE/CPRE "Educar e fiscalizar é o lema, combater a criminalidade é a missão" 
Fonte: Assecom/4°DPRE CB.Pimentel (P5)

FOTO: Prisão de Temer teve policial com fuzil, homens à paisana e carro interceptado em avenida de SP

FOTO: Prisão de Temer teve policial com fuzil, homens à paisana e carro interceptado em avenida de SP
Foto: Reprodução / GloboNews
Imagens obtidas pela GloboNews mostram que o ex-presidente Michel Temer foi preso numa avenida movimentada da região de Alto de Pinheiros(São Paulo), poucos minutos depois de ele ter saído de sua casa em um carro particular dirigido por seu motorista. Assim que deixou sua residência, o carro em que estava o ex-presidente foi seguido por dois veículos descaraterizados , onde estariam agentes da Polícia Federal.
Não há informação se o carro de Temer foi interceptado ou se houve algum acordo para que o ex-presidente se entregasse a poucas quadras de sua casa. Temer estava no banco de trás. Segundo as imagens, um dos policiais assume o volante do carro de Temer. Um outro senta-se ao lado do ex-presidente, que, ao que parece, permanece calado.
Um agente policial que participa da ação carrega uma arma de cano longo enquanto os agentes se acertam sobre a operação. O trânsito na avenida não foi interrompido. Temer teria seguido de lá direto para o aeroporto de Guarulhos dentro de seu próprio carro, seguido pelas viaturas oficiais.
Temer usava um terno cinza ao deixar sua residência. Não há informações de sua esposa, Marcela, ou o filho, Michelzinho, estaria na casa.
O Globo

MDB diz que Justiça tem postura ‘açodada’; líderes do PSL e oposição defendem prisão de Temer

MDB diz que Justiça tem postura ‘açodada’; líderes do PSL e oposição defendem prisão de Temer
Foto: Ailton de Freitas / Agência O Globo/25-10-17
O MDB divulgou uma nota em que lamenta do ex-presidente Michel Temer e do ex-ministro de Minas e Energia Moreira Franco nesta quinta-feira pela Operação Lava-Jato do Rio. A legenda, a qual os dois são afiliados, classifica a postura do Poder Judiciário como “açodada” (ou seja, acelerada) e afirma que o inquérito em que se baseia o pedido de prisão do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, não havia demonstrado irregularidade por parte de Temer e Moreira Franco.
“O MDB lamenta a postura açodada da Justiça à revelia do andamento de um inquérito em que foi demonstrado que não há irregularidade por parte do ex-presidente da República, Michel Temer e do ex-ministro Moreira Franco. O MDB espera que a Justiça restabeleça as liberdades individuais, a presunção de inocência, o direito ao contraditório e o direito de defesa”, diz a nota divulgada pelo partido.
PSL e oposição elogiam
O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), divulgou um vídeo elogiando a prisão.
— O Brasil está mudando realmente. A justiça será para todos. Uma grande expectativa para o povo brasileiro. Neste momento com a prisão do ex-presidente Michel Temer, e possivelmente de alguns dos seus ministros, nós estaremos dando a certeza à população de que estamos no caminho da lei ser cumprida. Tem que passar a limpo o país. Cadeia para todos aqueles que dilapidaram o patrimônio do brasileiro e envergonharam a política. Neste momento tem que pagar sim, na justiça. Não interessa se era ex-presidente, ministro, do poder executivo, do legislativo e do judiciário, daí nosso interesse na CPI da Lava-Toga — afirmou o senador.
O líder da oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), concedeu uma entrevista sobre o tema na Câmara. Ele defendeu a medida de prisão, destacando que a Casa por duas vezes impediu o andamento das investigações contra o ex-presidente.
— A Justiça está sendo feita com aqueles que desviaram recursos públicos — disse Molon.
O líder do PPS, Daniel Coelho (PE), divulgou nota sobre o tema. “Os resultados desta nova etapa da Lava Jato demonstram, mais uma vez, que ninguém, absolutamente, ninguém, está acima da Lei vigente deste país. A Justiça mostra que não tem partido, nem viés ideológico. Na nossa avaliação, a Força-tarefa continua se pautando pela materialidade das provas colhidas, sem agir pela seletividade dos seus alvos”, diz o líder do PPS.
‘Cheiro de prisão arbitrária’
A líder da minoria, Jandira Feghali (PC do B-RJ), defendeu punição aos que apoiaram o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, que foi sucedido por Temer, mas disse ver “cheiro de prisão arbitrária” na prisão.
— Estranheza pelo momento. E nós continuamos defensores do processo legal. Delação não é prova. Mas todos acompanhamos o golpe e esses precisam ser punidos. Agora, só concordamos com prisão de acordo com o processo legal. Tem cheiro de prisão arbitrária — disse Jandira.
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) comemorou a prisão em suas redes sociais e alfinetou o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). “Hoje o povo brasileiro poderá dormir aliviado: Temer e Moreira Franco estão na cadeia, onde deviam estar há muito tempo e de onde jamais deveriam sair! Espero que a decisão não seja desfeita pelo ministro Gilmar Medes antes do fim do dia”.
A senadora Eliziane Gama (PPS-MA) também fez publicação favorável à prisão nas suas redes: “Como deputada federal votei duas vezes pela abertura de inquérito para investigar o ex-presidente Michel Temer. Sabíamos já aquela época que havia muitos passivos judiciais contra o presidente. Agora a justiça brasileira começa a tratar como delinquente quem tem delito”.
O Globo

‘É uma barbaridade’, disse Temer no momento da prisão

‘É uma barbaridade’, disse Temer no momento da prisão
FOTO: EFE/Fernando Bizerra Jr
O ex-presidente Michel Temer foi preso pela Força-tarefa da Lava-jato. Kennedy Alencar disse que telefonou para Temer, que atendeu, e disse que estava na companhia de policiais federais. Temer disse ao jornalista que era um mandado de prisão preventiva assinado pelo juiz Marcelo Bretas, do Rio de Janeiro, e que estava indo para o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Kennedy Alencar ressalta que o impacto da prisão é forte. São dois ex-presidentes da República presos. Os agentes ainda tentam cumprir um mandado contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia.
CBN

Temer é líder da organização criminosa, diz Bretas; veja íntegra da decisão e mandado de prisão

Temer é líder da organização criminosa, diz Bretas; veja íntegra da decisão e mandado de prisão
Imagem: Agência Brasil
O juiz federal Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal, afirma, em pedido de prisão, que o ex-presidente Michel Temer (MDB-SP) é o “líder da organização criminosa”, responsável pelos atos de corrupção descritos na denúncia. Temer foi preso sob suspeita de ter recebido propina por meio de um contrato da Eletronuclear, estatal responsável pela construção de Angra 3.
“Por sua posição hierárquica como vice-presidente ou como presidente da República do Brasil, e a própria atitude de chancelar negociações do investigado Lima o qual seria, em suas próprias palavras, a pessoa ‘apta a tratar de qualquer tema’, é convincente a conclusão ministerial de que Michel Temer é o líder da organização criminosa a que me referi, e o principal responsável pelos atos de corrupção aqui descritos”, diz o juiz no texto.
O documento foi assinado por Bretas há dois dias, mas a prisão preventiva só foi cumprida na manhã de hoje. Além dele, o despacho também pede a prisão de sete pessoas. Como a prisão é preventiva, não há prazo determinado para a soltura. O processo está sob em segredo de justiça.
UOL

Lava Jato prende ex-presidente Michel Temer

Lava Jato prende ex-presidente Michel Temer
A Força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro prendeu Michel Temer, ex-presidente da República, na manhã desta quinta (21). Segundo informações do G1, os agentes ainda tentam cumprir um mandado contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia.
Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.
Desde ontem, a Polícia Federal tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Ainda não está claro a qual processo se referem os mandados contra Temer e Moreira Franco. O ex-presidente Michel Temer responde a dez inquéritos.

quarta-feira, 20 de março de 2019

PF cita ex-deputado como possível mandante do assassinato de Marielle

PF cita ex-deputado como possível mandante do assassinato de Marielle
Um trecho do inquério da Polícia Federal (PF) que investiga o assassinato de Marielle Franco cita o ex-deputado Domingos Brazão (MDB) como um dos mandantes do crime. As informações são do UOL, que confirmou com duas fontes que essa é uma das linhas de investigação seguidas pela Delegacia de Homicídios da Capital (DH).
Até agora, Brazão era apenas acusado de plantar uma testemunha que prestou depoimento incriminando o vereador Marcelo Siciliano (PHS).
Brazão foi alvo de um mandado de busca e apreensão no último dia 21 de fevereiro e, em junho de 2018, prestou depoimento onde negou qualquer envolvimento no caso.
A defesa de Brazão afirmou que “seu cliente nega qualquer envolvimento nas mortes de Marielle e Anderson”. Segundo o advogado Ubiratan Guedes, seu cliente colocou à disposição da Justiça seus sigilos bancários, fiscal e telefônico.
A Polícia Civil do Rio não respondeu ao email enviado pela reportagem para comentar a suspeita sobre Brazão.
A PF está investigando a condução do caso pela Polícia Civil depois do pedido feito por Raquel Dodge, procuradora-geral da República, com base na argumentação de que existem suspeitas de ações feitas para desviar o foco das investigações.
POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Benes Leocádio quer acabar com as saídas temporárias de presos

Benes Leocádio quer acabar com as saídas temporárias de presos

O deputado Federal Benes Leocádio (PRB- RN) apresentou um Projeto de Lei (1438/19) que pretende impedir o benefício da saída temporária concedido aos detentos durante datas comemorativas, popularmente conhecido como “saidão”. Para o parlamentar a regalia não cumpre o seu principal propósito, que é a ressocialização dos presos, além de representar perigo a manutenção da segurança pública.
“A regra das saídas temporárias nada mais é do que uma oportunidade para bandidos voltarem a cometer variados crimes, o que coloca a população em risco. Além disso, esse benefício favorece a impunidade, à medida que, muitos bandidos aproveitam para fugir e não cumprirem a pena que lhes foi imposta. Por isso propomos a alteração na Lei de Execução Penal, para acabar com essa determinação”, explicou o deputado Benes.
As saídas temporárias ou “saidões”, estão fundamentados na Lei de Execução Penal (Lei n° 7.210/84) e nos princípios nela estabelecidos. Geralmente ocorrem em datas comemorativas como Natal, Páscoa e Dia das Mães, para confraternização e visita aos familiares

Senadora Zenaide apresenta projetos para prevenir e punir rompimentos de barragens

Senadora Zenaide apresenta projetos para prevenir e punir rompimentos de barragens

Na noite de terça-feira (19), a senadora Zenaide Maia (Pros-RN) durante sessão deliberativa ordinária no Plenário do Senado anunciou a apresentação de dois Projetos de Lei que tratam dos crimes ambientais, com o objetivo de prevenir desastres como os de Mariana e Brumadinho. Foram eles: Os Projetos de Lei (PL) 1.303/2019 e 1.304/2019, que alteram o Código de Mineração (Decreto-lei nº 227, de 1967) e a Lei 9.605/1998, que trata dos crimes ambientais.
O PL 1.303/2019, segundo a senadora, cuida da prevenção. À medida que se propõe um plano de exploração do minério, é importante que contenha também um projeto de gerenciamento de riscos de acidentes ambientais. Já o PL 1.304/2019 atua para agravar as punições, porque, segundo a senadora, as penas já tipificadas na Lei de Crimes Ambientais são motivo, às vezes, até de chacota devido aos valores pagos.
“Com esses dois projetos, quero pedir o apoio dos colegas e de todos. A gente vai contribuir para que, na atividade mineral deste país, as vidas humanas não continuem sendo tratadas apenas como mais uma variável que compõe a equação do lucro. Esta Casa e o Congresso têm que ver isso”, argumentou a senadora.

Paulinho Freire assume linha de frente contra Carlos Eduardo

Paulinho Freire assume linha de frente contra Carlos Eduardo

Na nova composição política de Natal, o presidente da Câmara Municipal, Paulinho Freire (PSDB), assumiu a ‘linha de ataque’ contra o ex-prefeito Carlos Eduardo. Antes nos bastidores, Paulinho passa a ocupar lugar de destaque no cenário local. Segundo ele, Carlos Eduardo só conquistou popularidade em cima da gestão da ex-prefeita Micarla de Sousa. Como Carlos está sem mandato, mas ‘de cachorro morto não tem nada’, as críticas a ele continuarão. A diferença é que agora virão do grupo do prefeito Álvaro Dias (MDB), do qual Paulinho faz parte.

Novo gestor da CAERN garante empenho na modernização do órgão

Novo gestor da CAERN garante empenho na modernização do órgão
“A Caern é uma grande companhia, mas diante dos tempos em que estamos vivendo ela tem um desafio pela frente. Além de cumprir sua missão irrenunciável, para a qual ela existe, que é atender a população com água potável e de qualidade, tratando da coleta e do esgoto, ela buscará aperfeiçoar cada vez mais a profissionalização dos seus quadros para que seja uma grande parceria lucrativa e contribua para os investimentos do RN em busca do desenvolvimento do nosso estado com sustentabilidade.”
Foi anunciando esse desafio que a governadora Fátima Bezerra empossou, ao lado do vice-governador Antenor Roberto, no auditório da Governadoria, na tarde desta quarta-feira (20), o novo diretor-presidente da Caern, Roberto Sérgio Linhares.
Ela afirmou que a companhia vai continuar sob o controle do Estado e ainda será referência para o Nordeste bem como para o país, além de reforçar a importância do apoio do novo gestor para o alcance das metas. “Roberto Linhares é um homem que conquistou o respeito de todos, está acima de qualquer conotação de órgão partidário. Tem um estilo republicano que sempre pautou sua história de vida profissional. Ele traz uma experiência extraordinária, muito importante para a Caern e para o Estado atualmente, pois é necessário que a empresa dê lucro e esse lucro seja revertido para investimentos no RN”, frisou.
Roberto Linhares, que está sendo cedido pela Caixa Econômica Federal, destacou a missão confiada pela chefe do Executivo. “Chego com o compromisso de modernizar a empresa e aumentar a sua lucratividade, mas, principalmente, para fazer com que cumpra três pilares essenciais: o compromisso com o meio ambiente, com os valores sociais e com o crescimento financeiro da empresa”, afirmou Linhares, que acrescentou: “Um bem como a água não pode ser colocado fora do plano público.” A companhia possui hoje 2300 empregados, R$ 750 milhões de patrimônio líquido e capital social de aproximadamente R$ 1 bilhão.
A equipe de Linhares inclui ainda três diretores: diretor de Planejamento e Finanças, George Marcos; de Operação e Manutenção João Alberto Dantas e de Empreendimentos, Geny Formiga, os dois últimos são servidores de carreira do órgão que permanecem no cargo. Os diretores Administrativo e Comercial devem ser anunciados nos próximos dias.
PERFIL
Roberto Linhares é advogado, com pós-graduação (MBA) em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas – FGV/Marpe e em Desenvolvimento Regional Sustentável – DRS, pelo Inepad/UFBA. É empregado de carreira da Caixa Econômica Federal há quase 30 anos, ocupou praticamente todos os cargos regionais na gestão da Caixa, inclusive de Superintendente Regional no Estado do RN por quase 7 anos. Especialista e professor Mercado Financeiro e Finanças já tendo treinado mais de 4.500 profissionais de instituições financeira no RN e PB, além de atuar em outros Estados (DF, SP, PR). Comprometido com os valores da sociedade, sempre busca resultados nas empresas que trabalha, em Especial nas áreas Econômica, Social e Ambiental.

FRUTUOSO GOMES: RN-074 ESTÁ EM PÉSSIMO ESTADO.

RN-074 é um verdadeiro queijo suíço: "O péssimo estado desta rodovia, já é antigo. Faz parte do panorama do loca. Uma vergonha, pagar IPVA caro e ter que "desfrutar" de uma pista tão ruim e intransitável"

O trecho da rodovia RN-074 que liga a cidade de Frutuoso Gomes ao trevo de acesso de Lucrécia é muito mais do que um "queijo suíço". É uma verdadeira rodovia da morte.
Para tanto, a prefeita frutuosogomense, Jandiara Sinara Jácome, enviou na manhã de hoje, ofício do DER, no sentido de agilizar o recapeamento da citada pista, que pode e deve ser estendida ao trecho da RN 073, que interliga a cidade de Lucrécia até Umarizal.


Janda Jácome disse ao blog que já reivindicou ao órgão em ofício anterior, a execução do serviço, tendo se disponibilizado até mesmo a arcar com a mão de obra, caso o DER oferecesse o material necessário. "Seria uma parceria entre Frutuoso Gomes e o Departamento de Estradas e Rodagens, para acelerar esta obra, que coloca em risco, diariamente, quem necessita transitar pelo local. Sabemos da dificuldade e dos trâmites legais que requer. Mas estamos deixando pessoas em risco de acidentes, devido a burocracia que há. O povo quer providências e nós, que representamos a população, temos o dever de ir buscar soluções para toda e qualquer problemática que houver, seja em que área for", disse Janda Jácome.

Via: RN POLITICA EM DIA

Senado aprova projeto que obriga agressor a ressarcir SUS em caso de violência doméstica

Senado aprova projeto que obriga agressor a ressarcir SUS em caso de violência doméstica
Foto: Roque de Sá/Agência Senado
O Senado aprovou nessa terça-feira (19) um projeto que obriga o agressor a ressarcir o Sistema Único de Saúde (SUS) em caso de violência doméstica ou familiar.
A proposta altera a Lei Maria da Penha e já foi aprovada pela Câmara, mas, como foi modificada pelos senadores, será novamente analisada pelos deputados.
Pela proposta, o agressor condenado deverá pagar os custos do SUS com os serviços prestados à vítima.
Ainda conforme o projeto, os recursos ressarcidos serão destinados ao ente público ao qual pertence a unidade de saúde que prestou o atendimento à mulher.
Esse foi um dos pontos modificados pelo Senado em relação ao texto aprovado pela Câmara.
Pela proposta enviada pelos deputados, o dinheiro seria revertido ao fundo de saúde do estado ou município responsável pela unidade de saúde que atendeu a vítima.
Outros itens
A proposta aprovada nessa terça também determina que:
não poderão ser usados, no ressarcimento, recursos da vítima ou dos dependentes;
o ressarcimento não poderá ser atenuante ou substituir a pena aplicada na esfera criminal;
o agressor terá de pagar os dispositivos de segurança usados no monitoramento de vítimas de violência doméstica.
“Não é justo que a sociedade seja onerada, ainda que indiretamente, por causa de ilícitos cometidos pelos agressores da violência doméstica. Já era tempo de se estabelecer a responsabilidade do agressor em ressarcir essas despesas, que, cabe ressaltar, não existiriam se ele não tivesse praticado o delito”, afirmou o senador Roberto Rocha (PSDB-MA), relator da proposta.
G1

Conta de luz vai ficar 3,7% mais barata em 2019, anuncia Aneel

Conta de luz vai ficar 3,7% mais barata em 2019, anuncia Aneel
Queda no armazenamento de água de hidrelétricas em 2014 levou a uso mais intenso de térmicas e à necessidade de empréstimo — Foto: Divulgação
O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, anunciou nesta quarta-feira (20) que as contas de energia ficarão, em média, 3,7% mais baratas em 2019 e 1,2% em 2020.
Isso será possível porque o governo e a agência fecharam acordo com bancos para antecipar a quitação de um empréstimo feito em 2014 para ajudar as distribuidoras de energia a pagar o custo extra gerado pelo uso mais intenso de termelétricas.
Naquele ano, o país sofreu com a falta de chuvas que reduziu drasticamente o nível dos reservatórios de hidrelétricas e foi preciso acionar mais usinas térmicas. O problema é que a energia gerada por elas é mais cara, porque é feita por meio da queima de combustíveis como óleo e gás natural.
Em 2015 a Aneel informou que o empréstimo para socorrer as distribuidoras custaria R$ 34 bilhões aos consumidores. Desse total, R$ 12,8 bilhões se referiam a juros.
Desde aquele ano, vem sendo cobrado um valor adicional nas contas de luz de todos os brasileiros para pagar as parcelas do empréstimo. A previsão inicial era de que ele fosse quitado em 2020. Em 2015, a agência estimava que essa cobrança provocaria um aumento de 5 a 6 pontos percentuais nas contas de luz.
Com a quitação antecipada do empréstimo, os consumidores deixarão de pagar R$ 6,4 bilhões nas contas de luz em 2019. É isso que fará com que as contas de luz fiquem, em média, 3,7% mais baratas.
Para 2020, a previsão é que os consumidores deixem de pagar R$ 2 bilhões nas tarifas de energia, o que permitirá uma redução média de 1,2% nas tarifas.
Socorro a distribuidoras
Pela regra do setor elétrico, as distribuidoras deveriam pagar pelo custo extra com uso das termelétricas e, depois, serem ressarcidas nas revisões tarifárias, que ocorrem todos os anos. Ou seja, os consumidores pagariam essa conta de qualquer maneira.
Na época, porém, as distribuidoras alegaram que a conta era muito alta e que não dispunham de recursos para fazer frente a ela. Por isso o governo optou pelo empréstimo bancário.
O quitação agora vai ser possível porque, além de recursos para quitar as parcelas do empréstimo, também foi cobrado dos consumidores uma espécie de seguro, que era depositado em uma conta reserva.
Por ano, esse empréstimo custa R$ 8,4 bilhões aos consumidores de todo o Brasil, com exceção dos de Roraima, que não pagam as parcelas porque o estado não está interligado ao Sistema Interligado Nacional (SIN).
“Dos pagamentos mensais, parte é utilizado para amortizar o empréstimo e parte para criar uma conta de reserva conforme o acordo. Identificamos que em setembro de 2019 o fundo seria constituído por R$ 7,2 bilhões e que o saldo devedor seria de R$ 6,45 bilhões, de tal forma que teria recurso para quitar a operação de forma antecipada”, afirmou.
Segundo Pepitone, o saldo que restar em conta será devolvido aos consumidores.
Negociação
Atualmente, o empréstimo está ligado a oito bancos (Banco do Brasil, Caixa, BNDES, Banrisul, Itaú, Bradesco, Santander, Citibank). Esses bancos cobraram uma taxa de 2% do saldo restante para aceitarem o pagamento antecipado.
Segundo o presidente da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Rui Altieri, isso significa um custo de R$ 140 milhões, o que é um valor inferior ao que seria pago de juros durante o período.
O cálculo dos próximos reajustes tarifários já levará em consideração o efeito redutor de 3,7% da antecipação. Para as distribuidoras que já passaram pelo reajuste de 2019, caso da Light, no Rio de Janeiro, a Aneel fará uma revisão extraordinária para retirar esse custo da tarifa.
G1

Mossoró: Cinco pessoas são presas acusadas de assalto, receptação, formação de quadrilha, associação criminosa e pose de entorpecente.

Mossoró: Cinco pessoas são presas acusadas de assalto, receptação, formação de quadrilha, associação criminosa e pose de entorpecente.

ImagemAgentes da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos e Delegacia Regional prenderam na tarde de terça feira 19 de Março, quatro homens e uma mulher acusados de um assalto na cidade Tibau, no Oeste do Rio Grande do Norte.
Os agentes vinham investigando o assalto e descobriram uma casa no bairro Três Vintes em Mossoró onde um dos envolvidos no assalto estaria morando. Foi realizado uma abordagem no local e dois homens e uma mulher foram presos. Durante as buscas na residência foram encontrados objetos das vítimas do assalto, como também uma trouxinhas de maconha.
Noutra casa no conjunto Santa Julia, um individuo foi preso com uma arma de fogo calibre 38 municiado. O grupo é suspeito de praticar vários assaltos em Mossoró e região.
Foram presos na operação:
Clismar Silva Ferreira
Reginaldo Aquino da Silva Junior
Antônio Carlos dos Santos Matos
Rafael Bruno Dantas de Paiva
Emily Luana Barreto da Silva.
O grupo foi conduzido Para delegacia de Furtos e Roubos e apresentado ao Delegado Dr André Albuquerque e ao Delegado Regional Dr. Luiz Fernando que após ouvi-los os atuou por assalto, receptação, formação de quadrilha, associação criminosa e pose de entorpecente.
 VIA: O CÃMERA